segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

O que fazer em Lima em uma conexão de 12 horas

Você sabia que pode aproveitar uma longa conexão para escapar do aeroporto e adicionar um novo destino na sua viagem? 

Centro Histórico - Lima

Em nossa viagem a Aruba, aproveitamos uma conexão de 12 horas no Peru para conhecer a Cidade de Lima.

Deixamos aqui o nosso roteiro pela cidade para você descobrir o que fazer em Lima em 12 horas.

Antes de qualquer coisa, é preciso computar o tempo despendido com imigração e retirada de bagagens (no nosso caso, a bagagem seguiu direto do Rio a Bogotá), além do deslocamento do aeroporto até o Centro da Cidade.

Nosso voo Brasil - Aruba contava com 2 conexões, Lima e Bogotá. 

Como não conhecíamos nenhuma das duas cidades, optamos pelo maior tempo de conexão nas duas cidades no intuito de aproveitar para fazer um panorama geral de cada uma delas.

Chegamos em Lima por volta das 09:00 hs da manhã. O procedimento com imigração foi super rápido, e não levamos mais do que 30 minutos para estarmos livres para conhecer a cidade.

Como ir do aeroporto de Lima até o Centro Histórico:


O aeroporto de Lima está situado no distrito de Callao, distante aproximadamente 17 km do centro de Lima. Apesar da distância não ser muito grande, o trânsito em Lima é caótico, aumentando o tempo de deslocamento.

A maneira mais rápida e fácil de sair do aeroporto Jorge Chavez é de táxi ou uber. O aeroporto disponibiliza free wi fi pelo período de 30 minutos, facilitando o uso de aplicativos. O valor de ambos é de aproximadamente 50 soles (R$50,00).

Parque del Amor - Lima

Caso você deseje economizar, existe a opção de ônibus de linha com um custo de R$2,50 por pessoa. Os ônibus partem da parte externa do aeroporto. Basta sair do aeroporto,  passando pelo assédio dos taxistas, e virar à direita na avenida principal, logo você avistará o 'paradero de autobus', é assim que se chama ponto de ônibus no Peru.

Centro Histórico - Lima
Optamos pelo ônibus Roma 1 do aeroporto até o Centro Histórico. Foi fácil de achar, com um excelente custo, mas demorou muito para chegar até o Centro ( algo em torno de 1 hora) e estava lotado! Foi uma verdadeira roubada, e eu só indico se você realmente precisar economizar.

Existem diversas outras linhas de ônibus que ligam o aeroporto até Miraflores, e opções de shuttle, que acredito só compensarem se você viajar sozinho. Caso esteja acompanhado, rachar o táxi sairá praticamente pelo mesmo valor.

O que fazer em Lima em 12 horas:


Seguimos do aeroporto direto para o Centro Histórico. Descemos do ônibus na Avenida Abancay, em frente ao Mercado Central. Visitamos o Mercado, que é bem fora dos padrões dos mercados que costumamos visitar. O mercado é muito simples e sequer possui restaurantes para experimentarmos a culinária local, tirando uma ou duas opções de PF - prato feito.

Logo ao lado do mercado está o Bairro Chino, um bairro de cultura chinesa. Demos uma voltinha por ali e seguimos à pé em direção a Plaza de Armas, onde também se localiza a Catedral e o Palácio do Governo.

Da Plaza de Armas seguimos de táxi (20 soles) para o Barranco, um bairro boêmio muito charmoso próximo a Miraflores. Visitamos os Jardins da Biblioteca, onde estava acontecendo uma feirinha de gastronomia, a Ponte dos Suspiros e o Mirador Catalina Recavarrem, com vista para o Oceano Pacífico.

Parque del Amor - Lima

Os táxis em Lima não possuem taxímetro. Lembre-se de negociar o valor de sua corrida antes de entrar no carro. Os valores variam muito, e não há um grande respeito aos turistas, os motorista abusam da boa fé dos viajantes e enrolam mesmo. Fique esperto!

Aproveitamos a dica do blog Esse Mundo é Nosso e almoçamos no Restaurante Javier. Comida boa com preço justíssimo. O ceviche misto estava divino, e não sairíamos do Peru sem experimentar um autêntico ceviche peruano. Além de bons preços, o Restaurante possui mesas no terraço, com vista para o mar.

Após o almoço pegamos um ônibus de Barranco até Larcomar ( 1 sole por pessoa), um shopping a céu aberto encravado numa falésia de frente para o mar. 

Larcomar - Lima

Em Larcomar existe free wi fi e um lounge do cabify, mas pegar um táxi por ali é uma tarefa bem fácil. Tomamos um café observando a grande movimentação de pessoas que passam por ali. Larcomar também possui uma gama de fast foods, para quem não faz questão de conhecer a culinária local. 


Mas se você aceita um conselho, não saia de Lima sem experimentar ao menos um restaurante. A fama gastronômica da Cidade não foi construída em vão.

Seguimos caminhando de Larcomar até o Parque del Amor (aproximadamente 10 minutos de caminhada), onde conhecemos a escultura o Beijo e aproveitamos para namorar fazendo hora para retornarmos ao aeroporto.

Parque del Amor - Lima


Pegamos um táxi no Parque del Amor até o aeroporto (40 soles) após pechinchar bastante. O primeiro taxista que consultamos queria nos cobrar 80 soles. Então, pechinchar com taxistas é quase uma regra para quem viaja para Lima.

Atenção: Caso o seu voo seja internacional, e você pretenda sair do aeroporto durante o tempo de conexão, fique ciente de que será cobrada uma taxa de 30,74 dólares por pessoa no momento do embarque no retorno ao aeroporto. Se você se mantiver no interior da zona segura de embarque, essa taxa não será cobrada.


Ficou interessado em saber como aproveitar mais as conexões de voos? Não deixe de ler nosso post sobre como montar um voo com stopover grátis. Dessa forma você conseguirá adicionar mais um destino a sua viagem de maneira gratuita.

Se você tem uma longa conexão em Lima, não deixe de ler também os posts dos blogs pegadas na estrada e esse mundo é nosso sobre a Cidade. Montamos nosso roteiro de 12 horas em Lima, de acordo com nossas afinidades das atrações, baseado nas informações deixadas por ambos os blogs e as informações são excelentes!!!

* Os valores mencionados são referências do mês de agosto/2017.

Leia também: