segunda-feira, 10 de julho de 2017

Lençóis Maranhenses: Guia com dicas para visitar o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

Barreirinhas é conhecida como a capital dos Lençóis Maranhenses, e a principal porta de entrada para conhecer o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, que também pode ser acessado através das Cidades de Atins e Santo Amaro.

Para conhecer o Parque Nacional, considere montar base na Cidade de Barreirinhas, diante da distância entre o Parque e o aeroporto mais próximo, situado em São Luís, capital do Estado do Maranhão.

Lençóis Maranhenses

Com aproximadamente 234 povoados e 60 mil habitantes, Barreirinhas é a opção com maior infraestrutura para quem deseja conhecer os lençóis maranhenses. Mas não espere encontrar shoppings, cinemas ou fast foods. A Cidade é bem simples e sequer circula transporte público. A maneira usual de se locomover por lá é o moto táxi, além dos táxis de cooperativas com preço fixo. Negocie o valor das tarifas antes de ingressar nos táxis, porque em Barreirinhas não há taxímetros.

Quando ir? 



Essa é uma pergunta recorrente de quem planeja visitar o Parque dos Lençóis Maranhenses. Sim, meu povo. A época de visitar o Parque dos Lençóis fará toda a diferença na viagem, porque as lagoas só ficam cheias no período após as chuvas, nos meses de junho, julho e agosto. Então, se você pretende visitar o Parque dos Lençóis, planeje sua visita para essa temporada. Mas lembre-se, julho é o mês mais cheio, devido às férias escolares. E, dependendo da quantidade de chuva, as lagoas ainda poderão estar cheias no início de setembro.

Nós visitamos os Lençóis no final do mês de maio e as lagoas já estavam cheias, devido ao alto volume de chuva que ocorreu nesse ano. O ideal é ficar de olho no site do Parque dos Lençóis e acompanhar.

O que levar?


Roupas leves, roupa de banho, óculos escuros, chinelos, bonés e chapéus, e filtro solar. A região é muito quente, e o sol é escaldante sem nenhum lugar de sombra. Então, o uso de chapéus e roupas de proteção é sempre recomendado.

Devido aos fortes ventos e à areia fina, o uso de óculos escuros também é indispensável.

Lençóis Maranhenses


Sempre bom lembrar também que a área do parque é protegida, o que significa um deserto de areia e lagoas. O visitante deve levar até lá tudo o que for precisar, pois não há postos de vendas. Leve sua água na mochila e mantenha-se sempre hidratado. Mas não vá exagerar na bagagem hein, você caminhará o dia inteiro a carregando...

Como ir do aeroporto de São Luís até Barreirinhas:


Existem 4 maneiras de realizar o trajeto:

- de carro: assim que passar a saída do desembarque, você verá os balcões das companhias de locação de veículos à direita. 

Para conhecer o parque dos lençóis é necessário guia, então o carro servirá basicamente para realizar o trajeto aeroporto de São Luís-Barreirinhas. Este trajeto é feito através das Rodovias MA-402 e BR-402, que não se encontram em bom estado de conservação. Se você escolher uma Pousada localizada bem no Centro de Barreirinhas, o carro é totalmente dispensável, na minha opinião. Caso opte por ir dirigindo, lembre-se de colocar o destino no gps ainda no aeroporto, porque você ficará sem sinal em boa parte do trajeto, e dessa forma, o waze te levará ao seu destino mesmo no modo off line.

- de táxi: opção sempre mais cômoda, porém mais cara. O balcão da empresa que realiza o serviço fica bem ao lado dos balcões das locadoras de veículos. Cogitei essa hipótese, mas me foi cobrado o valor de R$600,00 por trecho. Descartei, diante de outra opção mais barata.

- táxi compartilhado: assim que sair da área do desembarque, você verá o Balcão de Informações Turísticas, e são eles que agenciam o táxi compartilhado oferecido pela cooperativa da Cidade de Barreirinhas. 

O táxi compartilhado possui um custo de R$70,00 por pessoa, e leva 4 passageiros. O lado bom é que faz o trajeto bem rápido e com um ótimo custo. O lado ruim é que precisa ter as 4 pessoas para saída do carro. 

Essa foi a opção escolhida por nós. Assim que desembarcamos, nos dirigimos direto para o balcão de informações turísticas para marcar o táxi, e demos a sorte de chegar um casal que veio no mesmo voo. Não demorou nada! O carro integra a frota da cooperativa de táxis de Barreirinhas, nosso motorista dirigia super bem, foi nos contando várias dicas sobre a Cidade de Barreirinhas e os passeios da região, e nos deixou em segurança na nossa Pousada. E pra fechar com chave de ouro, nosso carro tinha wi fi!

Com essas maravilhas todas, é lógico que peguei o contato dele para deixar aqui pra vocês (Tuka Marley - Tel: (98) 8736-3729).

- de ônibus: Os ônibus com destino à Cidade de Barreirinhas são operados pela empresa Cisne Branco, e partem do terminal rodoviário localizado a 2,5 km do aeroporto de São Luís. Me informaram que o táxi do aeroporto até esse terminal custa aproximadamente R$20,00 e leva uns 10/15 minutos. Então, caso você opte por ir de ônibus, vai ter que se deslocar até o terminal rodoviário. 

As passagens do ônibus tem um custo de R$60,00 por pessoa, e o ônibus tem saídas em horários determinados. Para conferir os horários de partidas e chegadas, acesse o site da CISNE BRANCO. Outro ponto a se considerar é que o ônibus te deixará no terminal rodoviário em Barreirinhas, e você necessitará de um táxi até sua Pousada. 


Lençóis Maranhenses


Onde se hospedar em Barreirinhas para conhecer os Lençóis Maranhenses:


A Cidade de Barreirinhas é um lugar extremamente simples, e pensando nisso, optamos por uma Pousada localizada fora do Centro, mas que atendia aos quesitos que sempre consideramos antes de reservar nossas hospedagens. 

Estivemos hospedados por 3 noites na Pousada Toca dos Aventureiros, localizada a 15 minutos de caminhada da Avenida Beira Rio, o centro gastronômico da Cidade. A Pousada fica debruçada sobre o Rio Preguiças e oferece acomodações modernas e novíssimas. A partir da Pousada reservamos todos os nossos passeios para conhecer os Lençóis Maranhenses. O passeio de voadeira no Rio Preguiças nos buscou diretamente na Pousada, através do pier lá localizado. Foi sensacional!

Pousada Toca dos Aventureiros

A Pousada oferece café da manhã e tarifas excelentes. 

Para saber mais sobre a nossa experiência de hospedagem em Barreirinhas, acesse o post:



Recomendamos que faça suas reservas através do site de reservas Booking.com.  Além de ser um dos maiores e melhores sites de reservas de hotéis no mundo, o Booking.com é parceiro do Nécessaire na Mala e, reservando seus hotéis através de nossos links, você contribui para o crescimento de nosso site sem que tenha nenhum custo adicional por isso.


Onde comer em Barreirinhas:


As melhores opções de restaurantes da Cidade encontram-se localizadas na Avenida Beira Rio. E a avenida não tem esse nome à toa, é banhada pelo Rio Preguiças, e de onde partem também os passeios de voadeiras.

Os restaurantes da Avenida Beira Rio já são famosos entre os turistas que planejam conhecer a região. Praticamente todos funcionam para o almoço ( fecham por volta das 15h30min) e reabrem para o jantar, com mesinhas dispostas sobre o deck da Avenida Beira Rio. 

A noite nessas mesinhas, com direito a música ao vivo e uns bons drinks, é uma delícia.

Depois de algumas pesquisas, optamos em conhecer os restaurantes mais "renomados" da região.

Logo na primeira noite, conhecemos o Restaurante A Canoa. Apesar de uma excelente recomendação no TripAdvisor, consideramos o restaurante fraquinho no quesito refeição, apesar de ter um clima agradável e bons preços. 

Experimentamos as patinhas de caranguejo empanadas e pizza de camarão com catupiry, acompanhadas de caipvodkas. A conta no total foi algo em torno de R$100,00 para o casal. 

Restaurante A Canoa

Nossa segunda refeição foi bem corrida, já que optamos em fazer o circuito da Lagoa Azul pela manhã e o circuito da Lagoa Bonita na parte da tarde. O guia insistiu que deveríamos comer num self service de churrasco. Fomos conferir, mas a comida não estava muito do nosso agrado.

Como estávamos com o horário apertado, o jeito foi apelar para um fast food, e o único oferecido na Cidade é o Subway

Com excelente localização, na própria Avenida Beira Rio, o Subway está sempre cheio de quem busca comida rápida, com bom preço e sem surpresas, já que o cardápio é padrão. Para um lanche corrido, até que nos atendeu bem.

Para o jantar, resolvemos compensar optando pelo restaurante eleito como o número 1 na Cidade pelo TripAdvisor, o Restaurante O Bambu

Nosso pedido foi o Delícias do Maranhão, uma travessa com peixe e camarões com casca grelhados, patinhas de caranguejo empanadas, frutos do mar ao leite de coco, vatapá de camarão, arroz de cuxa, farofa e vinagrete. 

Restaurante O Bambu

Aposto que sua boca encheu d'água né? A nossa também. Mas o sabor do prato estava bem mais ou menos, e as porções eram reduzidas. Para abrir o apetite, Mojito e Caipvodka de limão com maracujá. Provem essa combinação! Os drinks estavam bons e a conta para o casal custou R$ 120,00.

Nosso segundo almoço foi no Restaurante Caburé, uma parada do passeio de voadeira. Sobre esse almoço eu resumo em uma única palavra, um fiasco! 

Nossa opção foi camarão grelhado, que tinha como acompanhamento arroz, farofa e feijão. Solicitamos que o feijão fosse trocado por pirão, e fomos atendidos prontamente. O problema era a comida em sim, típica dessas incluídas em passeios, só que com um custo-benefício alto para o padrão que foi oferecido. A conta para o casal foi R$125,00 e a comida foi sofrível. Devolvemos o prato praticamente intacto. Sugiro que você petisque alguma coisa, e deixe para almoçar no retorno à Barreirinhas. Nosso almoço foi um dinheiro jogado fora. 

O que salvou do restaurante foram as redes oferecidas para descanso.

Nossa última refeição na Cidade foi uma grata surpresa. Fugimos do circuito de restaurantes "famosinhos" e seguimos a indicação do staff da nossa Pousada. Fomos conhecer o Terrazas, uma pequena pizzaria na rua em frente a praça do final da Avenida Beira Rio. 

Pizzaria Terrazas

Lugar simples, aconchegante e muito barato. O cardápio conta com uma gama variada de opções de pizzas com ingredientes selecionados. Optamos por uma pizza carbonara confeccionado com massa artesanal. A pizza estava uma delícia e a conta saiu em torno de R$60,00 já com as bebidas. Essa foi a refeição mais em conta , e a que mais nos agradou na Cidade.

Nossas pesquisas incluíam conhecer o Restaurante O Jacaré e o Barlavento, mas devido ao pouco tempo na Cidade, não conseguimos.

Se você está programando conhecer os Lençóis Maranhenses, não vá esperando nada de sofisticado. A comida na Cidade é honesta, mas nada de espetacular. No entanto, a beleza dos Lençóis Maranhenses compensa qualquer dissabor gastronômico.

Lençóis Maranhenses


No próximo post eu vou contar o que fazer nos Lençóis Maranhenses, com as dicas para quem (como nós) tem pouco tempo para aproveitar a Cidade. Ao todo passamos 04 dias na região, mas devido ao longo deslocamento da Cidade de São Luís a Barreirinhas, só conseguimos aproveitar 02 dias inteiros de passeios pelos Lençóis. Aguardem as cenas dos próximos capítulos que vem o roteiro completo de 02 dias nos Lençóis Maranhenses. É pouco? É, mas vou logo adiantando que deu pra fazer bastante coisa, e morrer de amores por esse cantinho tão especial do Brasil.